Avaliação do processo de medicação sob a ótica de auxiliares e técnicos de Enfermagem em pediatria

  • Raquel Chaves de Macedo Universidade Federal do Tocantins
  • Sidiany Mendes Pimentel
  • Thalita Araújo do Nascimento Universidade Federal do Tocantins
  • Leidiene Ferreira Santos Universidade Federal do Tocantins
  • Juliana Bastoni da Silva Universidade Federal do Tocantins

Resumo

Este estudo teve como objetivo investigar a avaliação feita por auxiliares e técnicos de Enfermagem quanto às suas práticas relacionadas à administração de medicamentos em um hospital pediátrico do Estado do Tocantins. Estudo transversal, com coleta de dados realizada mediante aprovação pelo Comitê de Ética, nos meses de janeiro e fevereiro de 2020. Participaram da pesquisa, 40 técnicos e auxiliares de Enfermagem do referido hospital, que responderam a um instrumento construído e validado por pesquisadores brasileiros e composto por 27 itens avaliados em escala do tipo Likert. Os itens desse instrumento, que indicam atividades realizadas pelos profissionais com menor frequência (piores escores – 1 e 2) corresponderam às seguintes ações: levar ao leito apenas os medicamentos prescritos a um só paciente, devolver as sobras de medicamentos à farmácia e administrar medicamentos por ordem verbal apenas em casos de emergência. O escore 5 (desejável) foi atribuído por 100% dos profissionais apenas em quatro de 27 itens (14,81%) das ações voltadas ao processo de medicação; estes itens estavam relacionados ao medicamento, via, dose e forma farmacêutica corretos. Portanto, há deficiências identificadas no processo de medicação em Pediatria, que devem ser consideradas e sanadas para contribuir com a segurança do paciente neste cenário.

Publicado
2021-12-19
Como Citar
Chaves de MacedoR., Mendes PimentelS., Araújo do NascimentoT., Ferreira SantosL., & Bastoni da SilvaJ. (2021). Avaliação do processo de medicação sob a ótica de auxiliares e técnicos de Enfermagem em pediatria. REVISTA CEREUS, 13(4), 108-120. Recuperado de http://www.ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/3577
Seção
Artigos