A ideologia gerencialista da mídia Mainstream na abordagem do conflito nas organizações:Uma análise das revistas populares de negócios

  • Salvagni UFRGS
  • Colomby IFPR
  • Wazlawik UFRGS

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar o modo com que as revistas populares de negócios abordam o tema conflito interpessoal dentro das organizações à luz do gerencialismo. Para isso, optou-se por uma pesquisa documental que examinou as edições de 2017 de três das principais revistas populares de negócios do cenário nacional: Revista Exame, Revista Harvard Business Review Brasil e Revista Você S/A, cujos dados foram analisados por uma técnica de análise de discurso. Como principais resultados, destaca-se que as revistas abordam o tema conflito interpessoal de duas maneiras: i) gerencialista, pois o entendem como uma oportunidade para prover resultados com foco estritamente na produtividade das organizações e o desempenho econômico; e, ainda, ii) superficial, já que é omitindo a existência de conflitos como uma possibilidade de o trabalhador manifestar-se contra a dominação exercida pelas organizações. Assim, ao retratar os conflitos, são utilizados artifícios enganosos, como agentes legitimadores e receitas prontas para lidar com as situações.

Biografia do Autor

Salvagni, UFRGS

Mãe do Ian (2019). Professora Adjunto no Departamento de Ciências Administrativas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), na área de Estudos Organizacionais. Credenciada no Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutora em Sociologia (UFRGS/CAPES - 2012). Mestre em Ciências Sociais (Unisinos- 2011) e Psicóloga (Unisinos- 2007). Atuou como psicóloga clínica e do trabalho. Tem experiência como professora nos cursos de Pós-Graduação da Faculdade São Judas Tadeu e UniRitter - Laureate International Universities.

Colomby, IFPR

Doutor e Mestre em Administração na área de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGA - UFRGS). Especialista em Educação para o Ensino Superior e EAD. Possui graduação concluída em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e graduação em andamento no curso de Psicologia. É Professor no Colegiado de Administração e responsável pela Seção Pedagógica e de Assuntos Estudantis do Instituto Federal do Paraná (IFPR) no Campus Palmas. Além de ser Líder do Grupo de Pesquisa NEPT - Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho, Organizações e Pessoas, também é integrante do Observatório Internacional de Carreira - OIC e do GINEIT (Grupo Interdisciplinar de Estudos da Inovação e do Trabalho), ambos vinculados ao PPGA/EA/UFRGS. Atualmente, é líder do Tema Trabalho, Organizações e Subjetividade na área de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho da ANPAD (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração) e também no SemeAd (Seminários em Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo) em Temas Emergentes e Modismos em Gestão de Pessoas. Como pesquisador, dedica-se aos temas, que observam às seguintes ênfases: i) polissemia do trabalho; ii) histórias de vida e trajetórias profissionais; iii) diversidade, marcadores sociais da diferença, direitos fundamentais e políticas públicas; iv) gestão de pessoas e relações de trabalho. 

Wazlawik, UFRGS

Graduado em Administração pela UFRGS.

Publicado
2022-10-19
Como Citar
SalvagniJ., ColombyR., & WazlawikV. H. (2022). A ideologia gerencialista da mídia Mainstream na abordagem do conflito nas organizações:Uma análise das revistas populares de negócios. REVISTA CEREUS, 14(3), 2-17. Recuperado de http://www.ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/3767
Seção
Artigos