Intoxicação exógena por agente tóxico no município de Gurupi

  • Daniela Bezerra Sirtoli Centro Universitário Unirg

Resumo

A intoxicação é um problema de Saúde Pública de importância global. Em 2012 a
Organização Mundial de Saúde (OMS) publicou que 193.460 pessoas morreram no
mundo devido a intoxicações não intencionais. No Brasil, em 2011 a notificação das
Intoxicações Exógenas é obrigatória. O objetivo é descrever os dados de intoxicação
exógena por agente tóxico registrados no Sistema de Informação de Agravos de
Notificação (SINAN), do município de Gurupi, no período de 2017 a 2021. Trata-se de
uma pesquisa do tipo quantitativo, de natureza descritiva, realizada por meio de dados
secundários coletados através do SINAN, disponível no Departamento de Informática
do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Coletaram-se dados referentes às
notificações de intoxicação exógena pelo município de Gurupi, no período de 2017 a
202. Foram identificadas 394 notificações de intoxicações exógenas pelo município de
Gurupi/Tocantins no período de 2017 a 2021, através do SINAN, o que representa uma
média de 78,8 notificações por ano. O ano com maior número de notificações foi o de
2019, com um total de 142 notificações. A promoção da educação dos profissionais de
saúde quanto à toxicologia, assim como a utilização de sistemas de notificação e sua
correta avaliação são ferramentas úteis para minimização dos agravos.

Publicado
2022-10-19
Como Citar
SirtoliD. B. (2022). Intoxicação exógena por agente tóxico no município de Gurupi. REVISTA CEREUS, 14(3), 18-25. Recuperado de http://www.ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/3771
Seção
Artigos