Compreensão do Supervisor de Enfermagem sobre o Exercício Docente no Campo de Estágio em um Hospital da Amazônia Legal

  • Claudio Cordeiro Araujo Universidade Federal do Tocantins

Resumo

No campo prático, o professor de Enfermagem deve estar atento as limitações teórico práticas de seus alunos, observando todos os aspectos do campo da aprendizagem, incluindo as diversidades da relação da teoria com a prática, o paciente e as necessidades de sua profissão. Apenas a graduação de enfermagem, na modalidade bacharelado, não garante a qualificação plena do profissional docente acerca das abordagens pedagógicas para o ensino, tornando a supervisão de estágio um grande desafio. Esse ensaio trata-se de estudo descritivo, transversal, com abordagem qualitativa de dados, com a finalidade de conhecer a compreensão dos professores de enfermagem, que atuam no NN [eliminado para efeitos da revisão por pares] sobre o exercício docente na supervisão de estágio. A análise dos resultados resultou em uma predominância do modelo tradicional de ensino com o exercício da docência concebida como segunda opção ou como uma complementação salarial; campo de estágio inadequado, com superlotação de alunos; pouco comprometimento da equipe com o ensino e insuficiente relação ensino-serviço. Conclui-se, a necessidade de estudos mais aprofundados sobre políticas de valorização salarial da categoria e aprimoramento das habilidades pedagógicas dos docentes, levando em consideração a interdisciplinaridade e a relação ensino-serviço.

Palavras-chave:  Educação. Docente. Enfermagem. Estágio Clínico.

Publicado
2022-10-19
Como Citar
Cordeiro AraujoC. (2022). Compreensão do Supervisor de Enfermagem sobre o Exercício Docente no Campo de Estágio em um Hospital da Amazônia Legal. REVISTA CEREUS, 14(3), 135-149. Recuperado de http://www.ojs.unirg.edu.br/index.php/1/article/view/3860
Seção
Artigos